24 de jan de 2013

[quinta científica] Churchill é imortalizado em livros sobre a Segunda Guerra


No dia 24 de janeiro de 1965, em Londres, morria sir Winston Churchill, personalidade que deu esperança e força à Inglaterra durante os anos de ataques nazistas. O primeiro-ministro do Reino Unido durante a Segunda Guerra Mundial (1939-45) foi uma peça fundamental para o desfecho do conflito internacional. Churchill tomou decisões que mudaram o século 20.

Winston Churchill já se preocupava com a Alemanha nazista mesmo antes da invasão de Polônia
Churchill se preocupava com a guerra antes da invasão da Polôni
Estadista, militar e escritor, sua história foi imortalizada em diversos livros sobre a Segunda Guerra Mundial.
Durante a guerra, Churchill percorreu o planeta com a intenção de conseguir apoio para impedir a derrota da Inglaterra frente aos ataques nazistas. Usando documentos oficiais, o historiador naval Brian Lavery relata essas viagens do líder britânico no livro "Churchill Vai à Guerra".
Em "Grandes Homens do Meu Tempo", Churchill apresenta a biografia de importantes figuras políticas, como Leon Trotsky e Adolf Hitler, além de analisar a vida e as conquistas de expoentes em outras áreas, como Charles Chaplin, Bernard Shaw, Kipling e Lawrence da Arábia.
"Memórias da Segunda Guerra Mundial", também escrito pelo líder inglês, não se limita a relatar com minúcia e ritmo perfeito o ataque a Pearl Harbor e as alianças decisivas com a URSS e com os EUA, mas apresenta um epílogo assustadoramente lúcido sobre os possíveis desdobramentos deste que foi o maior conflito bélico de todos os tempos.
O historiador Andrew Roberts analisa o fenômeno da liderança política e militar de dois líderes antagônicos no volume "Hitler e Churchill", tanto no que representavam quanto no modo como comandavam.

Fonte: Livraria Folha

0 comentários:

Postar um comentário