20 de jul de 2012

[sexta turística] Aventura para todos


Enquanto algumas pessoas preferem o descanso, outras não abrem mão de uma boa aventura. E adrenalina é o que não falta nas páginas de “Turismo de Aventura Especial”. O livro narra um pouco da história de Dadá Moreira e de como ele superou seus limites.

Dividido em duas partes, o autor conta seu contato com a natureza enquanto forma de reintegração social, enquanto na segunda ele traz um verdadeiro manual ensinando como atender e adaptar as atividades de aventura para todos, além do contar sobre sua ONG.

Confira a sinopse:

Aos 30 anos, debilitado pelos sintomas de uma doença degenerativa sem cura chamada ataxia – que compromete a coordenação motora fina, fala e visão – Dadá viu sua vida pessoal e profissional se desmoronar, mas decidiu dar a volta por cima, buscou recondicionamento físico e começou a encarar os desafios dos esportes de aventura.

“Foi um novo horizonte que se abriu. Voltar a sentir prazer com o corpo, a interagir com as pessoas e superar limites resgatou minha autoestima e se tornou uma fisioterapia natural. Recuperei movimentos e funções que a medicina tradicional dizia serem impossíveis de se recuperar. Retribuo muito à reabilitação psicológica que as atividades de aventura oferecem a uma pessoa que havia perdido as esperanças, como eu”, declara.

Depois das primeiras experiências, ao procurar serviços especializados e constatar que não havia nenhum tipo de referências sobre adaptações em atividades de aventura e ecoturismo, criou a Ong Aventura Especial, uma iniciativa de sensibilizar a indústria do turismo para a questão da acessibilidade, estudar formas de adaptar as modalidades para pessoas com diversas deficiências e fomentar um nicho de mercado até então inexplorado.

Em 2005 o Ministério do Turismo, reconhecendo as necessidades de profissionalização e desenvolvimento do setor, apoiou o “Projeto Aventureiros Especiais”, criado e realizado pela Ong, e em 2009 reconheceu o “Turismo de Aventura Especial” como novo segmento.

0 comentários:

Postar um comentário